domingo, 22 de fevereiro de 2009

Força, Neguinho!

Neguinho da Beija-Flor, além de símbolo da Escola de Nilópolis, é Flamenguista.

Eu odeio tanto a Beija-Flor quanto o Flamengo, mas ninguém pode negar que ele é um símbolo do carnaval, do Rio de Janeiro.

Além disso, agora ele é exemplo...de superação

Menos de um ano depois da notícia do câncer, das sessões torturantes de quimioterapia, lá está ele casando na passarela do samba, puxando o samba da Beija-Flor, sendo apoiado por todos, seja através das camisas "Força Neguinho" de seus companheiros de outras escolas, seja dos gritos vindos das arquibancadas.

Depois de comandar suas escola nos 5 títulos em 6 anos, o Neguinho conquistou minha admiração.

Força Neguinho! Mas que a Beija-Flor se exploda.

Beldades do samba

A cada carnaval a fama - aliada a beleza, é claro - vem se tornando a característica mais requisitada para o posto de rainha (ou madrinha e seus afins) de Bateria das Escolas de samba.

Antigamente a ligação com a Escola de Samba, a raiz no samba e muito samba no pé - aliados a beleza é claro- já faziam uma mulher candidata ao posto de condutora do coração da Escola, a bateria.

É claro que isso não é regra, como comprova a Beija-Flor com Rayssa Oliveira, que já aos 15 anos se tornou Rainha.

Acho que podemos dividir em três as categorias de Rainha:

O primeiro caso é o que costumava reinar no passado, como foi exemplificado com a Beija-Flor, em que mulheres da comunidade eram escolhidas, por se acreditar, e é verdade, que elas se entregariam totalmente à escola.

O segundo é o mais comum hoje em dia, com as atrizes Globais, que em sua maioria não possuem relação íntima com o samba e com as escolas. Mas vale deixar bem claro que ser uma atriz-global-escolhida-pela-fama não quer dizer que a mulher não tenha samba no pé ou dedicação pela escola. Mas é o que quase sempre acontece. como exemplos: Paola Oliveira, linda, mas que não tem aquele jeitão de Rainha, desfilará pela Grande Rio e Natália Guimarães (a vice Miss Universo), com o mesmo perfil de Paola, sairá na Vila Isabel.

O terceiro caso tem como pesonificação Viviane Araújo; a boazuda, que tem muito samba no pé, todo ano é presença certa no desfile, mas que não tem grande ligação com uma só escola. É o jogador sem amor a camisa. Nesse exemplo também se encaixa Nana Gouvêa.

Em comum, os três tipos têm a beleza.

Só pra ser aquele chato que contextualiza e critíca tudo...

A predominância das famosas como Rainhas reflete o culto pela fama em nossa sociedade, em que ser ex-Big Brother é sinônimo de ser bem sucedido. Não critíco essas mulheres que aceitam ser rainhas, mas as Escolas que a cada dia parecem nos ensinar melhor o quanto ser famoso é importante.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Falsas Convicções

Se tem alguma lição que eu posso tirar desses primeiros posts do blog é a seguinte:não tirar conclusões precipitadas, por mais que a certeza pareça estar escancarada.

Me enganei ao achar que o Vasco recuperariaos 6 pontos no tribunal, mas isso não chegou a ser uma falsa convicção, apenas um leve engano.

Já ao descobrir que a brasileira Paula Oliveira se auto-flagelou, posso dizer que metade das minhas convicções foram por água abaixo. minha reação ao receber a notícia prova isso.

Se antes eu me recusava a acreditar, agora eu não consigo acreditar.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Inês é morta

O Vasco perdeu mesmo os 6 pontos.

1- Os 14 pontos conquistados em campo pelos jogadores foram uma boa demonstração da capacidade do grupo. Estão de parabéns.
2- Os responsáveis pelo desastre do caso Jefferson foram incompetentes; não por "perder" no TJD, mas por deixar que a situação ocorresse.
3- O que o advogado do Fluminense estava fazendo na audiência? Completamente lamentável a atitude deste clube, presidido por Roberto Horcades, da patota do Eurico.
4- Por mais que o vasco possa ter razão no caso, não deveria recorrer ao STJD, pois uma possível paralisação só contribuiria para manchar a imagem do futebol carioca.
5- Inês é morta.
6-Taça Rio vem aí.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Me recuso!

Me recuso a acreditar que a brasileira Paula Oliveira, que mora na suiça e apareceu na semana passada com feridas a navalha em seu corpo esteja mentindo.

Ela diz que sofreu um atentado que, inclusive, causou um aborto. Supostamente praticado por espécies de neo-nazista, simpatizantes do partido SVP (cuja sigla foi desenhada a navalha no corpo da brasileira), radicalmente contra a presença de estrangeiros no país.

As autoridades locais consideram mais provável que a brasileira tenha se auto-flagelado e inventado a gravidez. Sem conseguirem provar nada, agora eles exigem que Paula prove que estava grávida.

Parece que essa hipótese já começa a ser aceita pela imprensa brasileira, que antes tratava o caso como atentado e agora trata como o "caso da brasileira que diz ter sido atacada".

Mas eu me recuso a acreditar que uma pessoa em sua plena faculdade mental(comprovada por psiquiatras) tenha sido capaz de fazer isso. Mas também me recuso a acreditar que as autoridades suiças sejam tão incompetentes a ponto de não saberem nem se o atentado ocorreu.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Só pra complementar o último post:

Flamengo e Botafogo empataram, deixando o Fla em 1º e o Bota em 2º.

No outro grupo...
Fluminense venceu, ficando em primeiro. Resende ficou em segundo.

Desse jeito, as semifiniais da Taça GB seriam
Flu x Bota e Fla x Resende

Caso o Vasco recupere os 6 pontos, ficará em 1º no seu grupo, deixando o Flu em segundo.
Por isso as chances do tricolor recorrer ao possível ganho do Vasco e melar o campeonato são quase nulas, já que aí o Flu pegaria o Flamengo na semifinal, e fla x Flu decisivo é aquela velha história...

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Incompetência é apelido!

O nível do futebol carioca nos últimos tempos tem sido tão pífio que as notícias com maior destaque só poderiam ser mesmo sobre os cartolas.

Na semana em que houve a renúncia do vice de marketing do Vasco, José Henrique Coelho, e de suas graves acusações de nepotismo, pelo presidente Roberto Dinamite, e de permissão de "caixa dois" pelo vice de futebol; José Mandarino, o clube parece estar em seu inferno astral.

Além do episódio narrado acima, o Vasco ainda perdeu de 6 pontos na Taça Guanabara,como punição a suposta escalação irregular do jogador Jefferson na partida de estréia na competição, contra o Americano - detalhe: o Vasco perdeu por 2x0.

No entanto, o clube tentará reaver os 6 pontos em mais um julgamento, na próxima terça-feira (17/02), quando teoricamente já deveriam estar definidos os 4 semifinalistas do 1º turno.

O grande beneficiado com a punição ao Vasco foi o Fluminense, que voltou a ter chances de classificação.E este pode ser o fator que causará maior confusão. Caso o Fluminense se classifique e o Vasco tome sua vaga com a possível anulação da perda de pontos, os tricolores ameaçam recorrer ao TJD.

Supondo que isso aconteça, as chances de não sabermos os semifinalistas da taça guanabara antes da data marcada para as partidas (21 e 25 de fevereiro) são grandes. Com o calendário lotado, dificilmente se conseguiria datas para uma posterior realização das partidas. Será que vai melar?

........

Como de praxe na maioria dos campeonatos, a rodada decisiva da Taça GB terá todos os jogos no mesmo horário. Só há um pequeno problema: O Fluminense jogará em São Januário, o Vasco no Engenhão e Flamengo e Botafogo fazem o clássico no maracanã. Haja policiamento para controlar torcedores dos 4 grandes times do Rio chegando aos 3 estádios e saindo deles no mesmo horário...

Por essas e outras que o campeonato carioca é "o campeonato mais charmoso do Brasil"; um belo de um eufemismo.