segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Me recuso!

Me recuso a acreditar que a brasileira Paula Oliveira, que mora na suiça e apareceu na semana passada com feridas a navalha em seu corpo esteja mentindo.

Ela diz que sofreu um atentado que, inclusive, causou um aborto. Supostamente praticado por espécies de neo-nazista, simpatizantes do partido SVP (cuja sigla foi desenhada a navalha no corpo da brasileira), radicalmente contra a presença de estrangeiros no país.

As autoridades locais consideram mais provável que a brasileira tenha se auto-flagelado e inventado a gravidez. Sem conseguirem provar nada, agora eles exigem que Paula prove que estava grávida.

Parece que essa hipótese já começa a ser aceita pela imprensa brasileira, que antes tratava o caso como atentado e agora trata como o "caso da brasileira que diz ter sido atacada".

Mas eu me recuso a acreditar que uma pessoa em sua plena faculdade mental(comprovada por psiquiatras) tenha sido capaz de fazer isso. Mas também me recuso a acreditar que as autoridades suiças sejam tão incompetentes a ponto de não saberem nem se o atentado ocorreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário