sexta-feira, 27 de março de 2009

Tempo

O tempo é relativo.
Mas a felicidade que se alcança em um espaço dele pode ser completa.

quarta-feira, 25 de março de 2009

Violência nos estádios

Após anos de cenas marcantes de violência nos estádios brasileiros, o governo parece finalmente se mobilizar a favor de uma solução para o problema, ainda que de forma prematura.

Há aproximadamente duas semanas, o presidente Lula assinou e enviou ao congresso nacional um projeto de Lei com o objetivo de dar um basta nas brigas.

As principais medidas propostas são 3: a criminalização de atos de violência dos torcedores, padronização dos laudos dos estádios...Até aí tudo ótimo. No entanto a terceira medida, polêmica e inimaginável no Brasil a curto prazo seria o cadastramento de todas as pessoas que freqüentam os estádios.

A entrada no estádio, portanto, seria feita através de um cartão magnético, espécie de carteirinha.

A questão da carteirinha é inviável e absurda, pois os cadastrados e, acima de tudo, punidos, devem ser os baderneiros, mas o fato do governo acenar com uma possível intervenção como fez, por exemplo, o governo da Inglaterra, já é um avanço para a resolução desse problema histórico.

Basta agora esperarmos o bom censo do congresso para que nos palcos da paixão nacional ganhem destaque os protagonistas do espetáculo. E que no fim, a platéia realmente apaixonada, saindo feliz ou triste, esteja sempre em paz...

terça-feira, 24 de março de 2009

RC

Famoso desde os tempos da Jovem Guarda, movimento da década de 60 inspirado no Rock na Roll, Roberto Carlos vem conquistando cada dia mais fans e fama.

Personagem caricato por suas manias, é difícil achar alguém que conteste a soberania do artista latino-americano que teve mais discos vendidos e cantor brasileiro que mais vendeu no mundo. A prova disso são as inúmeras regravações de suas músicas ao longo dos seus 50 anos de carreira, completados em 2009.

Se não bastasse o especial anual na rede globo, com a presença de inúmeros artistas e cantores de diversos estilos, nas bodas de ouro de sua carreira o Rei será coroado com diversas homenagens:

Além de percorrer 20 cidades realizando 24 apresentações, incluindo uma no maracanã, palco onde costumava brilhar outro Rei, a obra de Roberto Carlos presenteará a cidade de São Paulo por 7 vezes, incluindo três tributos que comprovam a pluralidade de suas músicas. “Elas cantam Roberto Carlos”, com mulheres apresentando os sucessos do cantor, “RC Rock Symphony”, com feras do Rock e pra fechar, em março de 2010, no Pacaembu, “Emoções Sertanejas”, com os maiores cantores sertanejos..

Há os súditos que seguem Roberto Carlos pelos palcos, pela TV ou pelo Transatlântico, há aqueles que são indiferentes e até os que não gostam. Mas, com quase 70 anos de idade, Roberto Carlos prova que quem é a prova de que quem é Rei não perde a majestade.

domingo, 22 de março de 2009

Fórmula-1 (2)

Além da Brawn-GP, outro fator causou alvoroço no início da temporada 2009. A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) chegou a anunciar que os critérios para definir o campeão seriam diferentes.

Seria campeão quem conseguisse o maior número de vitórias. O número de pontos serviria como primeiro critério de desempate e definiria todas as outras posições.

Felipe Massa teria sido campeão em 2008, segundo esse critério, pois venceu uma a mais que Hamilton, mas ficou um ponto atrás na classificação. Piquet teria perdido dois títulos e Senna teria ganho mais um.

Por um lado, a nova regra beneficiaria os pilotos arrojados que, com a faca nos dentes, vão sempre em busca da vitória. Por outro, prejudicaria os regulares, que estão sempre entre os primeiros.

Fato é que a notícia não foi bem aceita por equipes e pilotos, que protestaram contra a decisão da FIA. Acuada, a Federação já disse que talvez implante a medida apenas em 2010.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Fórmula-1

Há anos que uma temporada da Fórmula-1 não começava de forma tão agitada. Após a falência da Honda, com a crise financeira mundial, não se imaginava que nasceria uma nova equipe.


Eis que surge a Brawn-GP! Fundada pelo ex-diretor da Ferrari, Ross Brawn, a equipe conta com os pilotos remanescentes da Honda, Jason Button e Rubens Barichello, o qual pela primeira vez poderá correr em um carro bom e com liberdade ao mesmo tempo.

Isso mesmo, o carro da Brawn-GP é bom, ao que tudo indica. A nova equipe começou o ano surpreendendo nos treinos em Barcelona, inclusive liderando alguns, ora com Rubinho, ora com Button.

Os mais incrédulos dizem que não passa de pouco combustível usado, o que torna o carro menos pesado, mais veloz, e atrai patrocinadores. Fato é que a Brawn dará trabalho aos grandes, pelo menos nesse início de temporada, já que ao longo do ano as outras equipes irão se ajustar.

terça-feira, 17 de março de 2009

O caso Sean

Filho de uma brasileira com um norte-americano, o garoto de apenas 9 anos esta sendo disputado, na justiça federal brasileira, entre o pai e o padrasto (apoiado pela família da mãe).

Ele vive no Brasil desde os quatro anos, quando a mãe, então residente nos Estados Unidos, veio passar férias e não voltou. A mãe morreu há cerca de 6 meses e ele vive com os avós e tio maternos e o padrasto.

Independente de quem está certo na história, já que eu não tenho embasamento suficiente pra julgar isso, duas coisas me chamam a atenção:

Primeiro, o presidente Lula e Barack Obama não devem ser requisitados para resolver a questão, pois o executivo não pode interferiri no judiciário.

Segundo, por mais que seja doloroso abrir mão de uma criança amada, se ela é realmente amada, um dos lados vai ter que ceder, pelo bem do garoto. Basta saber (e os envolvidos sabem) se o melhor para Sean é ficar com o padrasto e a família da mãe ou com o pai biológico.

domingo, 8 de março de 2009

A linguagem futebolística

Como o ambiente influencia o homem...

Algumas expressões são tipicamente comuns ao meio dos jogadores de futebol. Hoje, antes da partida entre Vasco e Friburguense, Carlos Alberto foi entrevistado dentro do campo.

Entre perguntas e respostas referentes ao jogo, ao campeonato e ao Vasco o assunto acabou transitando para a gravidez recem descoberta da mulher do jogador. Perguntado sobre a sensação de ser pai pela primeira vez, Carlos Alberto respondeu: "Era uma coisa que faltava na minha vida e eu estou muito feliz, espero que ele venha pra somar"

Vir pra somar: expressão usada normalmente quando algum jogador é contratado ou incorporado ao time de qualquer outra forma.

O repórter deveria ter perguntado ao jogador o que aconteceria se o flho não somasse. Será que ele teria seu contrato rescindido? Talvez negociado por empréstimo para um outro pai, pra ganhar experiência? E se ele nascer e somar, vai demorar muito até ser exportado para um pai rico da Rússia? Quem sabe um Sheik Árabe?

São os vícios de linguagem do futebol..

quinta-feira, 5 de março de 2009

Vida na Cidade Grande....

é foda!

Não bastasse o sol escaldante e o risco de ser assaltado, sequestrado ou atropelado a qualquer momento, a vida em um grande centro tem outras complicações. Menores, claro, mas muito chatas.

Caminhando na Praça Saens Peña ao meio dia, em uma distância de aproximadamente100 metros, 5 pessoas esbarraram em mim, duas me ofereceram cartão de crédito. Recebi 6 panfletos:

- 2 "Trio Jóias: compro ouro, platina, brilhantes..."
- "Empréstimos: S/ SPC, S/ SERASA, S/ Avalistas"
- "Dinheiro Rápido: Liberação imediata"
- "Dinheiro? Só se for agora!"
- "Dinheiro Fácil: Liberação em até 20 minutos"

Em todos, ou eu pegava, ou levava uma mãozada na barriga.

Vida na cidade grande.... é foda!

quarta-feira, 4 de março de 2009

Não entendo muito de religião a ponto de fazer críticas de maior embasamento à Igreja Católica, mas o pouco que eu vejo sobre as orientações dadas por ela é absurdo.

Nas primeiras aulas de história de uma criança ja se fala em Igreja, o que exemplifica há quanto tempo ela existe. Mas as coisas mudam e progridem e a Igreja, aos meus olhos, parece sempre retrógrada, contrária às mudanças. O mundo evolui, mudanças são inevitáveis.

A AIDS tá ai pra quem quiser ver e a Igreja é contra o uso da camisinha, mas o caso da menina de Alagoinhas; Pernambuco, de apenas 9 anos, que foi estuprada pelo padrasto me deixa indignado.

Ela engravidou de gêmeos e já estava no 4º mês de gestação quando veio a confirmação. Sou quase que completamente contra o aborto, salvos os casos de anencefalia. O estupro me faz refletir, no entanto não tenho opinião , pois assassinar o feto é cometer um segundo crime, por outro lado estupro não é uma questão de escolha, ou de descuido da mulher.

Mas no caso de uma criança de 9 anos não deveria nem haver discussão! Todos sabem dos riscos que a menina corria com a gravidez, por não ter ainda seus órgãos formados - e nem a cabeça. Portanto, o aborto foi a decisão correta...menos pra Igreja Católica, que parece ignorar a vida da criança, se preocupando mais com a sua política.

terça-feira, 3 de março de 2009

Auto-reflexão

Assisti ao "Tropa de Elite" pela terceira vez outro dia e percebi que esse filme me leva a uma auto-reflexão.

Eu estou completamente convencido de que as torturas utilizadas pelos homens da lei os colocam no mesmo patamar de qualquer outro tipo de torturador. Nesse caso os fins não justificam os meios. Tortura é tortura.

Mesmo pensando assim não consigo deixar de me empolgar quando os traficantes são punidos dessa forma tão perversa. Me sinto vingado pelas vezes em que fui assaltado, pelas crueldades que inocentes sofreram nas mãos de bandidos.

Tenho consciência do absurdo que é esse tipo de política repressiva. Também tenho consciência que não sou tão humano.