quarta-feira, 20 de maio de 2009

Política e futebol

Brasileiro tem memória boa. A maioria se lembra dos feitos da selação canarinho há 50 anos. Os que não viveram tal época procuram um meio de pesquisar e acabam conhecendo tanto quanto os seus avós, embora sem o mesmo brilho no olhar.

Brasileiro gosta de futebol.
Brasileiro não gosta de política.

Jornalistas, assessores, presidente, governadores, prefeitos, deputados, veradores, senadores. Todos a odeiam. Não há quem odeia mais que o povo.

Quando o assunto é política nossa memória falha. Não lembramos em quem votamos há dois anos, há dois meses, há uma semana. Não sabemos nem em quem estamos votando..

A preguiça uqe é deixada de lado para descobrirmos quem fez gol contra a Suécia em 1958 é esbanjada na hora de investigarmos o passado sombrio de um político.

Enquanto isso persistir, o passado dos nossos representantes será sempre sombrio. Nosso presente e futuro também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário